sábado, 3 de outubro de 2009

Vem do mangue...vem do nordeste!

Chico Science com o maior símbolo do movimento Manguebeat, um carangueijo.

A década de 80 trouxe para o Brasil uma visão muito interessante do rock, mas americannizado, mais moderno e muito mais comercial.

Isso formou o movimento que todos nós chamamos de "Rock Brasil", que envolveu bandas como a Legião Urbana, os Paralamas do Sucesso e os Titãs, bandas que tem músicas que fazem muito sucesso até hoje.

O problema não está na modernidade, e sim no primeiro quesito, a americanização da música.

Então, na década seguinte, u mgrupo de jovens criaria um movimento que "cortaria" este defeito, o movimento possui um nome claro e bem auto explicativo:Manguebeat, ou, ritmo do mangue.

Há várias explicações para o surgimento do movimento e de como ele fez sucesso (principalmente em seu estado de origem, Pernambuco).O nordeste, desde a morte de Raul Seixas, carecia de novo ídolos, principalmente rockeiros,e Pernambuco carecia mais ainda disso, pois sempre foi um estado que apresentou caracteristicas radicais/revolucionarias que combinam muito bem com a ideologia do rock.

E o movimento não poderia sair de um lugar mais promissor, um mangue, em Olinda, com um catador de carangueijos chamado Francisco de Assis França, que ficaria conhecido no Brasil e no mundo como Chico Science.

Chico juntou-se a um grupo de jovens para fundar o movimento, que contou até com um manifesto escrito oficializado, chamado "Caranguejos com cérebro", além disso, também fundou uma banda que, mesmo após a morte de seu membro criador e maior compositor, ainda é sucesso em todo omundo, principalmente (que ironia) nos USA.Essa banda responde pelo nome de Nação Zumbi.

Com letras que tratavam de política e de sociedade, e com instrumentos que misturavam a guitarra mais pesada com o tambor mais nordestino, a Nação Zumbi ganhou o Brasil com o album "Da lama ao Caos" e o mundo com o sucessor "Afrociberdelia", onde,no primeiro album, a banda lançou um de seus maiores sucessos, que chegou até a ser tema da novela "Tropicaliente", a música chamada "A praiera", que trata da revolução de mesmo nome que ocorreu em Pernambuco no século 19.

Fatalmente, em 1997, Chico Science faleceu após um acidente de carro, mas o seu estilo músical se mantém vivo, tanto com sua banda, quanto com outras bandas, como a aclamada "Cordel do Fogo Encantado".

Salvem o Rock nordestino! Salvem o Rock brasileiro!

PS.Quem estiver interessado em saber mais sobre o Manguebeat, sugiro esse texto, do blog "Atemporalizando..."

2 comentários:

upsidedownwalker disse...

morreu "o" cara do movimento, ,ae fudeu geral!

Capitão Brasil RADIOATIVO disse...

/\

Marromenos isso.

Mas em Pe ainda é bem popular.

BlogBlogs.Com.Br