domingo, 1 de novembro de 2009

"Dodgem Logic": O Fanzine de Alan Moore




Você acompnhou aqui no Radiotivo a biografia do mago Alan Moore e viu que seus primeiros trabalhos com HQs foram com fanzines.

Voltando a suas origens, o mago barbudo lança em Novembro seu novo fanzine, com direito a papel de baixa qualidade, impressão ruim, baixa tiragem e distribuição local (pela editora Knockabout). Com o nome de Dodgem Logic, o release da revista diz:



Linda e barata como uma prostituta adolescente, Dodgem Logic tem o preço de capa de £2,50 [R$ 7], e seu conteúdo é similarmente adequado ao atoleiro fiscal no qual estamos todos afundando. Colunistas regulares dão receitas deliciosas e de preço módico, conselhos médicos gerais, instruções simples para criar roupas e acessórios estilosos quase do nada, guias para cultivar seu próprio jantar sendo um jardineiro de guerrilha e, na primeira coluna sobre o meio ambiente de Dave Hamilton (The Self-Sufficient-ish Bible), a corajosa experiência de viver sem dinheiro.

Esta mesma abordagem de auxílio aos leitores que tem que lidar com o cataclisma sócio-econômico também estará em matérias vindouras sobre o ressurgimento do movimento dos squatters e nas cartas do povo steampunk/pós-civilização sobre a reconstrução da nossa cultura e sociedade antes que elas se percam por completo e nossos filhos se resumam a esmurrar-se com seus X-Boxes inutilizados numa disputa pelo último pacote de miojo.


Dá pra perceber que com este projeto, Moore não pretende apenas escrever quadrinhos e falar sobre sua amada cidade natal, mas sim romper alguns conceitos qua acabaram por se enraizar dentro da indústria de HQs e, de quebra, opinar sobre política, religião e todo e qualquer assunto que vier a mente de seus colaboradores.
Falando em colaboradores, o time da revista não podeira ter sido melhor selecionado, incluindo figuras como: Kevin O’Neill, Graham Lineham, Melinda Gebbie, Josie Long, Aylett Steve, Dave Hamilton e Leah Moore.

De brinde com a primeira edição, será distribuído um CD com músicas obscuras, produzidas em Northampton e executadas apenas nos recontidos mais obscuros daquela cidade.

A primeira edição trará além dos quadrinhos, textos sobre a cidade inglesa, um texto de Melinda Gebbie sobre a falência do feminismo, entre outras coisas. O plano de Moore e seus companheiros, não é parar por aqui, eles pretendem tranformar o Fanzine em uma verdadeira fonte de informação alternativa/underground e ainda querem incentivar a produção de revistas semelhantes em outras cidades da Inglaterra.

Em estrevista a revista Mustard (clique para ler em inglês), Moore não só revelou todos estes detalhes, como ainda deu dicas sobre o o conteúdo da edição 2:
Algo (não se sabe se texto, quadrinhos, ou qualquer outra coisa) produzida pelos integrantes da banda Gorillaz, em troca de uma ópera, que Moore irá escrever para a banda, além da capa e uma matéria com temática burlesca.

A revista também divulgou algumas páginas da edição 1, que você vê logo abaixo.

A nós, resta torcer por uma edição digital (seja pirata ou não), já que o fanzine obviamente não terá distribuição internacional, mas os fãs de Alan Moore de fora de Northampton também merecem ler esta revista, que promete muito!




Via NSN

4 comentários:

Capitão Brasil RADIOATIVO disse...

Porra, o Dr não para de postar e comentar.

Leitores, vou revelar uma coisa, estte sujeitinho mesquinho e ridículo chamado Dr.Radioativo não é o que vocês pensam!

Ele é um safado megalomaníaco que quer dominar o mundo, começando pelo radioativo!

CUIDADO

Doutor Radioativo disse...

1- Sobre as postagens:

Eu geralmente faço todas no fim de semna e deixo programadas...não tenho tanto tempo de sobra assim! :P
Os comentários eu deixo quando da tempo também!

2- Sobre a dominação mundial:

Planos a parte, você também não é nenhum santo, Sr. comunista-mirim!

Inconformado disse...

AUAHAUAHAU....vcs são mto chatos, FATO

Capitão Brasil RADIOATIVO disse...

Não nego minhas tendencias marxistas, mas você é um DITADOR :P

BlogBlogs.Com.Br